Seu browser não suporta JavaScript!

02/05/2012 | Jornal O Globo

Orçamente público

Orçamente público

O deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) vai questionar no STF a blindagem imposta pela Petrobras ao orçamento do Comperj. Em fins de 2011, o parlamentar enviou requerimento de informações ao MME e à estatal, cobrando a baixa execução orçamentária nas contas do Ministério do Planejamento. A Petrobras enviou os dados, mas exigiu sigilo. Para Leite, os números devem ser públicos.

Gasto modesto

No 1º bimestre de 2012, os desembolsos continuaram baixos, na avaliação do deputado. A dotação orçamentária da refinaria passa dos R$ 6,9 bilhões, mas foram gastos R$ 676 milhões. "O desembolso não chegou a 10% do total", diz. Otavio Leite promete enviar novo requerimento esta semana.

Sem privatização

Semana passada, em Brasília, Otavio Leite encontrou Graça Foster. Avisou à presidente da Petrobras que a CCJ aprovou a PEC 370, de sua autoria. O texto proíbe a venda da estatal. A executiva aprovou a iniciativa, segundo o deputado.