Seu browser não suporta JavaScript!

19/04/2011 | Blog da Bancada do PSDB na Câmara e no Senado

Otavio Leite critica incompetência do Planalto no setor aéreo

Por Alessandra Galvão

Em discurso no plenário, o líder do PSDB em exercício, deputado Otavio Leite (RJ), condenou nesta terça-feira (19) a forma como o governo petista tem administrado o setor aéreo. O tucano recordou o estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre a média do prazo de duração das obras de infraestrutura no Brasil. Segundo o relatório, após a fase de projetos, uma obra de infraestrutura em transportes leva em média sete anos para ficar pronta. Nesse ritmo, a maioria dos terminais do país só ficará concluída após o evento esportivo.

Na avaliação do parlamentar, a constatação é preocupante. “Essa equação se aplicada à realidade da infraestrutura aeroportuária com o desafio de termos aeroportos funcionando melhor ensejaria uma conclusão perversa, terrível: todas as obras que porventura viessem a ser realizadas só ficariam prontas em 2017, um ano após as Olimpíadas”, criticou o deputado, ao destacar o atraso nas obras para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Para o tucano, há uma incompetência indiscutível na gestão aérea brasileira. Ele lembrou que durante a CPI do Apagão Aéreo, em 2007, a infraestrutura dos aeroportos foi apontada como precária para atender uma demanda crescente da aviação nacional. No entanto, segundo o deputado, os anúncios do governo para o setor não são consolidados na prática e a população é afetada com serviços de má qualidade.

“E aí estamos, num limiar de uma Copa do Mundo, com obras ainda não iniciadas. Mas de onde vem a fonte de o problema não ter sido resolvido até agora? Da inércia do governo, da ausência de uma definição quanto à política pública na aviação civil no que diz respeito à infraestrutura”, condenou. O parlamentar também cobrou do Planalto uma política para atrair mais turistas estrangeiros ao Brasil.