Seu browser não suporta JavaScript!

22/06/2011 | Agência O Globo/Jornal O Globo online

Otavio Leite, deputado do PSDB, pedirá convocação do ministro Pedro Novais para explicar convênio no Maranhão

BRASÍLIA - O deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) informou nesta quarta-feira que apresentará à Comissão de Turismo da Câmara requerimento de convocação do ministro Pedro Novais e do novo presidente da Embratur, Flávio Dino, para que expliquem os critérios que levam à assinatura de convênios com estados e municípios. A decisão foi tomada depois que O GLOBO revelou que Novais, maranhense e braço-direito do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), fechou um pacto com o governo do Maranhão de R$ 20 milhões para construir uma avenida em São Luís (MA). A soma de todos os outros 41 convênios novos do Turismo, no primeiro semestre, não chega a R$ 10 milhões.

- Não tenho nada contra o Maranhão, mas é preciso que os recursos do turismo sejam distribuídos de forma republicana. Já basta a péssima lição, no governo Lula, do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), que direcionava o dinheiro do ministério para seu estado - afirmou o parlamentar.

O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), disse que Novais deve explicações:

- O ministro precisa entender que é ministro do país, não ministro de um estado.

Nesta quarta-feira, o governo Roseana Sarney (PMDB) se pronunciou sobre o convênio da Via Expressa, rota que deve ligar duas avenidas de São Luís. De acordo com o secretário de Comunicação, Sérgio Macedo, o Maranhão cuida de seus próprios projetos, "não sendo de sua responsabilidade pleitos de outros governos". Acrescenta que o convênio faz parte de um programa de US$ 50 milhões voltado ao turismo em São Luís.