Seu browser não suporta JavaScript!

03/01/2019 | Jornal Panrotas online

Otavio Leite garante Setur-RJ permanentemente junto ao trade

 Por Rodrigo Vieira

O Portal PANROTAS inicia uma série de entrevistas com os secretários de Turismo dos Estados do Brasil. Nomes novos ou conhecidos do trade nacional, esses profissionais revelam à reportagem quais são os planos e investimentos a serem feitos nos próximos quatro anos. De Norte a Sul, confira o que cada um dos mandatários tem em mente para a indústria de Viagens e Turismo.

O novo secretário estadual de Turismo do Rio de Janeiro, Otavio Leite, promete trabalho estreito com o empresariado. Em suas palavras, a secretaria será permanentemente um ambiente de Parceria Público-Privada (PPP), com todos os setores da cadeia produtiva unidos, além de relação próxima com a esfera pública. Nesta quinta-feira, 190 passageiros argentinos que chegaram de um voo fretado pela Decolar.com foram recebidos no Galeão pelo ex-deputado federal em seu primeiro dia efetivo de trabalho.

“O Turismo, por ser tão estratégico, tem de ser encarado na prática como uma causa suprapartidária. Essa secretaria será uma PPP permanente, com todo o trade, todos os setores da cadeia produtiva e com a cadeia pública, atenta aos municípios do interior. Também buscaremos plena sinergia com a Riotur, conjugando esforços e criando pautas em comum”, afirma Leite.

O NOVO PETRÓLEO

Segundo Leite, o governador Wilson Witzel está tratando o Turismo como “o novo petróleo” do Estado, o que faz a pasta ser prioridade para o desenvolvimento econômico de um Rio de Janeiro que hoje se encontra tão carente de recursos.

“Posso garantir que o Turismo será prioridade para o Rio de Janeiro e espero que assim seja pelo congresso federal”, afirma Leite.

Na prática, a primeira medida para atrair mais visitantes ao território fluminense e fazer esse motor econômico funcionar é a melhoria da segurança pública. Diminuir os índices de violência é, na visão do novo governo, fundamental para retomar a confiança do turista e do mercado, principalmente na Cidade Maravilhosa.

“A prioridade do novo governo é diminuir os índices de violência, que já estão diminuindo. Em Ipanema, lançaremos hoje, eu e o governador Witzel, o Ipanema Presente, projeto de policiamento em área de eixos turístico. Esse será o primeiro ponto de um trabalho intenso que faremos na Setur. Depois de Ipanema, mais áreas de interesse turístico terão projetos de segurança intensificada”, prevê Otavio Leite.

Outra intenção é fortalecer o calendário de eventos corporativos e de lazer da capital fluminense.

Prioridades federais
Por se tratar da principal vitrine do Brasil para os mercados estrangeiros, o Rio de Janeiro tem interesse no andamento de pautas no âmbito federal para desempenhar um papel positivo no Turismo. Ciente disso, o ex-deputado promete atuar perto do Fórum Nacional de Turismo para ajudar a aprovar medidas importantes no Congresso Nacional.

“Precisamos de força para aprovar, por exemplo, a Medida Provisória 858, quer permite o funcionamento de empresas aéreas internacionais no Brasil com 100% do capital, o que vai aumentar a concorrência e fortalecer o mercado e a malha aérea doméstica”, afirma Leite.

“Também precisamos dar atenção à conversão da Embratur em agência, pois a promoção do País no Exterior não pode continuar como está. Quero defender no Fórum Nacional que apontemos esses dois temas como vanguarda na construção de uma política de Turismo mais ousada no Brasil.”

Otavio Leite tem 26 anos de mandatos públicos consecutivos. Está na vida pública desde 1992, quando foi eleito vereador pelo Rio de Janeiro, cidade da qual também foi vice-prefeito, além de deputado estadual e federal. Desde então, garante, ele atua pelas causas do Turismo. Há pouco menos de um ano, no Fórum PANROTAS 2018, recebeu homenagem devido aos seus esforços em prol do visto eletrônico disponibilizado para australianos, estadunidenses, japoneses e canadenses entrarem no Brasil de maneira mais fácil.