Seu browser não suporta JavaScript!

18/04/2005 | Agência Tucana

Otavio Leite: intervenção no RJ tem conotação política

Para tucano, reeleição de Lula é a maior preocupação do Planalto

O vice-prefeito do Rio de Janeiro, Otavio Leite, afirmou nesta segunda-feira que a intervenção federal em hospitais da capital carioca tem conotação política. ´Foi uma sinalização de que a reeleição do presidente Lula é a principal preocupação do Planalto´, afirmou o tucano.

ESCALADA AUTORITÁRIA

Para ele, a ingerência do Ministério da Saúde faz parte da escalada autoritária da gestão petista. ´O governo Lula tem feito de tudo, até afrontar a autonomia municipal para colocar em prática a sua escalada autoritária´, avaliou Otávio. Segundo o tucano, a medida do Ministério da Saúde, chamada de ´emergencial´ pelo Palácio, fere a Constituição Federal. ´Foi uma afronta a todos que defendem a democracia como valor universal´, criticou.

O vice-prefeito carioca também avaliou a parceria tucana com o PFL no Rio. ´O PSDB apóia e participa do governo Cesar Maia. É solidário às ações da prefeitura não só na esfera municipal como no âmbito nacional. Um exemplo foi o respaldo dado pela Executiva Nacional ao caso da interferência federal no RJ´, destacou.

O tucano citou a criação da Secretaria Extraordinária Deficiente-Cidadão como exemplo de contribuição do PSDB no Rio de Janeiro . ´Foi uma proposta tucana que o prefeito César Maia acolheu com louvor. O objetivo é elevar ao status de primeiro nível da administração a adoção de políticas públicas em prol das pessoas com deficiência na cidade´, afirmou.

Otavio Leite esteve nesta segunda-feira no Palácio do Planalto para formalizar acordo de cooperação técnica com o governo federal para adoção da primeira etapa do Programa Projovem (Programa Nacional de Inclusão de Jovens).