Seu browser não suporta JavaScript!

07/10/2014 | Portal SRZD (Sidney Rezende)

Otavio Leite: 'Reforma política é indispensável'

SRZD: A que atribui a quantidade alta de votos?

Otavio Leite: De fato, estou muito feliz pelo reconhecimento de uma trajetória. Não tenho máquina, nem Centro Social, muito menos obra em geral. Sou o produto, essencialmente, das bandeiras e causas que abraço, as quais procuro transformar em projetos e ações parlamentares. Legislando, fiscalizando o Poder Executivo, e interagindo com a sociedade.

Acho que este reconhecimento, se por um lado me conforta, por outro lado, confesso que sinto o peso da responsabilidade, de agir e exercer o mandato com princípios e dedicação.

SRZD: Quais são os três pontos prioritários no Congresso?

Otavio: O primeiro deles, que é o meu compromisso maior, é defender, sempre, a causa das pessoas com deficiência, na busca de incluí-las cada vez mais na sociedade. Agora, o objetivo é aprovar a Lei Brasileira da Inclusão.

O segundo, advogar permanentemente pelos legítimos interesses do Estado do Rio de Janeiro, em relação a verbas federais (royalties, por exemplo), programas e acesso ao governo federal.

E, por fim, o terceiro ponto: a rigor, chegamos ao fundo do poço no Brasil. É indispensável fazer uma reforma política que simplifique o sistema, diminua o número dos partidos, e acabe com o enorme comércio eleitoral, verdadeiras legendas de aluguel. Ao mesmo tempo, a reforma tributária é outra urgência, o país não pode mais esperar.

SRZD: O que espera do novo governador e quem apoia?

Otavio: Firmamos uma aliança para apoiar o Pezão, que me parece o mais equilibrado, o mais sensato e que conhece profundamente o Estado do Rio de Janeiro.