Seu browser não suporta JavaScript!

17/04/2013 | Portal da Câmara dos Deputados

Otavio Leite visita Exército e cobra investimentos do governo ao plano de reforço às fronteiras

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados, deputado Otavio Leite (PSDB/RJ), esteve na manhã desta quarta-feira juntamente com outros parlamentares no Centro de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército Brasileiro com o objetivo de conhecer o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON).

Dono de quase 17 mil quilômetros de fronteiras terrestres que envolvem 570 municípios e 11 estados, o Brasil possui um enorme desafio. “É por nossas fronteiras vulneráveis que entram armas, drogas e munições. É também por elas que passam carros roubados, gado, entre outras coisas, de forma indiscriminada. Controlar nossas fronteiras é um caso de Estado e não de Governo”, declarou Otavio Leite.

Durante a explanação do General de Brigada Santos Guerra, ficou claro que faltam investimentos para o setor. O plano do SISFRON é audacioso e está sendo orçado em aproximadamente R$ 840 milhões para os 4 primeiros anos de implantação e mais 5 anos para suporte e logística. O projeto está instalado, primeiramente, em Dourados, Mato Grosso do Sul que faz divisa com Bolívia e Paraguai. Porém apenas R$ 80 milhões já foram investidos. “Hoje nossos soldados e tenentes que protegem nossas fronteiras são verdadeiros heróis que fazem isso por amor à Pátria com pouca estrutura”, revelou o general.

O SISFRON proporcionará melhores condições para a atuação do Exército, de forma integrada com órgãos civis e militares nos níveis federal, estadual ou municipal, inclusive com órgãos de países vizinhos. A previsão do Exército é de que o projeto crie num primeiro momento 7.614 postos de trabalho entre diretos e indiretos.

Mesmo com toda a importância do projeto que contribuirá para reduzir os altos índices de criminalidade e de consumo de drogas o SISFRON não está incluído no PAC. “Vale lembrar que reforçar nossas fronteiras foi promessa de campanha da presidente Dilma Rousseff, portanto mais uma promessa de campanha não cumprida”, rechaçou o parlamentar.

Na ocasião, Otavio Leite e o senador Delcídio do Amaral (PT/MS) sugeriram uma Audiência Pública para ouvir o vice-presidente Michel Temer e o General Santos Guerra sobre o Sistema de Monitoramento de Fronteiras.

Assessoria de Imprensa da Comissão de Segurança Pública