Seu browser não suporta JavaScript!

08/06/2011 | Agência Câmara

Para entidade, falta de políticas onera hotelaria e prejudica turismo

O presidente da Federação Nacional de Hospedagem e Alimentação, Alexandre Sampaio de Abreu, disse há pouco que o setor turístico está entre aqueles que mais sofre com o chamado “custo Brasil”. "Não conseguimos desonerar o custo da atividade hoteleira”, afirmou.

Segundo Abreu, países como Peru e Chile têm estruturas muito aquém do potencial brasileiro, mas possuem um turismo superavitário graças a suas políticas públicas de investimento.

Para o dirigente, o Projeto de Lei 1373/07, do deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), pode resolver uma questão crucial para o turismo nacional se viabilizar a vinda de mais estrangeiros ao País.

Abreu considera que a Receita Federal será a principal opositora da aprovação da proposta. Ele afirma que o órgão não vai querer perder parte da arrecadação tributária. “Temos de avaliar quais setores podem ser beneficiados com a isenção. Se isso não for feito, vamos continuar patinando na questão turística”, disse.

O debate ocorre no Plenário 5.