Seu browser não suporta JavaScript!

06/10/2004 | Jornal O Dia

Parceria política com vizinhos

Reeleito, Cesar Maia quer apoio dos municípios do Grande Rio para unir esforços nas áreas de saúde e desenvolvimento social

De olho nas eleições de 2006, o prefeito Cesar Maia dá os primeiros passos para estender sua liderança no estado através de alianças metropolitanas e combater o ex-governador Anthony Garotinho. A proposta é a união dos municípios, independentemente da participação do Governo estadual, nas áreas de saúde e desenvolvimento social. Ontem, Cesar fez sua primeira reunião de secretariado, no Planetário da Gávea, após ter sido reeleito.

O primeiro lance foi sexta-feira, quando o secretário municipal de Saúde, Ronaldo Cezar Coelho, entregou ao Ministério da Saúde proposta para levar o programa Remédio em Casa a 22 municípios, tendo como base Nova Iguaçu e Niterói. O movimento antecipa o Consórcio Metropolitano de Saúde, que poderá ser formado até janeiro.

Além disso, o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Marcelo Garcia, vai propor aos municípios da Baixada Fluminense e do Interior a criação da Agência Metropolitana de Assistência Social. Ele reclamou da falta de investimentos em creches e abrigos para moradores de rua nas cidades vizinhas e aproveitou para criticar o clã Garotinho. “O Governo do estado deveria articular esse movimento, como co-gestão nos projetos.

Mas prefere competir com as prefeituras, investindo em projetos próprios, sem trocar informações com ninguém”, afirmou.

Cesar ajudará candidatos em outros estados do País

Enquanto isso, Cesar alça vôo. Segundo o presidente regional do PFL, o deputado federal Rodrigo Maia, a pedido do partido, o prefeito participará do segundo turno em Fortaleza (CE), Salvador (BA) e São Paulo. A agenda será fechada semana que vem com o presidente do partido, o senador Jorge Bornhausen. O circuito de apoio a candidatos coligados, como o ex-ministro da Saúde José Serra, tem o objetivo de projetar Cesar nacionalmente.

Da reunião com o secretariado, participou também o futuro vice-prefeito, Otavio Leite (PSDB), que sentou ao lado de Cesar. O prefeito avisou que visitará as regiões onde teve o pior desempenho: Benfica, Mangueira e Manguinhos. “Quero escutar os moradores e saber suas reivindicações.

Depois, buscaremos soluções”, disse, acrescentando que as áreas onde foi mal terão o mesmo tratamento. O prefeito comemorará com os moradores de Ipanema e Lagoa seu melhor desempenho, que chegou a 66,34% dos votos na região. O fim da reunião ainda foi em tom de comemoração: nos alto-falantes, o refrão da música Sorte Grande (Levantou poeira!).