Seu browser não suporta JavaScript!

16/05/2013 | Agência Câmara

Parlamentares portugueses querem diálogo com empresas brasileiras

Parlamentares portugueses integrantes do Grupo de Amizade Brasil – Portugal, afirmaram ao presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, Nelson Pellegrino (PT-BA), que vão abrir o diálogo com os representantes das empresas brasileiras sediadas naquele país. “O objetivo é conhecer melhor o potencial e os possíveis problemas enfrentados por essas empresas quanto aos investimentos em Portugal”, afirmou Carlos Páscoa Gonçalves (PSD), presidente do grupo.

No encontro nesta quinta-feira (16), o grupo também defendeu a inclusão de Portugal no Programa Ciência Sem Fronteiras. A meta do programa para 2013 será conceder cerca de 25 mil bolsas para estudantes de engenharia e de ciências naturais em universidades estrangeiras.

De acordo com os parlamentares portugueses, o país possui diversas instituições de ensino superior nas áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação, muitas delas ministrando cursos no idioma inglês.

Nelson Pellegrino destacou a importância de os brasileiros cursarem, por exemplo, Engenharia Naval em Portugal e prometeu discutir com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a inclusão do país no programa.

Na avaliação de Pellegrino, “Portugal é um parceiro estratégico para o Brasil, está envolvido no projeto de desenvolvimento do cargueiro KC-390 com a Embraer e muitas empresas nossas atuam lá. Além disso, 2013 é o Ano do Brasil em Portugal”.

O deputado lembrou que no mês de abril, uma série de eventos com participação do ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação deu a largada para o Ano do Brasil naquele país.

Também participaram do encontro o presidente do Grupo de Amizade Brasil – Portugal, deputado Paes Landim (PTB-PI), e o deputado Otavio Leite (PSDB-RJ).