Seu browser não suporta JavaScript!

27/05/2014 | Jornal Lance! Net

Pesquisa do Ibope diz que brasileiros são a favor do refinanciamento da dívida dos clubes

Por Marcelo Resende

A maioria dos brasileiros é a favor do refinanciamento das dívidas dos clubes de futebol. Esse apoio vai na direção do projeto da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, que prevê o refinanciamento das dívidas com a União, estimadas em R$ 4 bilhões.

O apoio foi apurado por uma pesquisa do Ibope, contratada pelo LANCE! com exclusividade. O instituto entrevistou 2.331 pessoas acima de 10 anos, em 141 municípios de todos os estados do Brasil. A margem de erro é de dois pontos para mais e para menos.

Na pesquisa, 39% mostraram-se a favor do projeto de lei, e 32% contra. Quase 1/5 dos entrevistados falou estar indiferente ao que for decidido e 10% não souberam opinar.

- O contexto do pagamento da dívida é importante. Os brasileiros assimilaram que não é uma anistia. A pesquisa mostra que houve uma compreensão dos clubes, dentro da política de transparência, credibilidade e profissionalização - disse Vilson Ribeiro de Andrade, presidente do Coritiba e líder da comissão de clubes que acompanha o projeto.

Das regiões do país, o Sul é a que mais representa rejeição ao projeto, com 38% contrários. O Nordeste é o que menos apoia: 42%. Na renda familiar, o grupo de brasileiros que ganha de dois a cinco salários mínimos representa 42% dos que aceitam. Porém, a maioria dos mais abastados (35%) - que ganham mais de cinco salários mínimos - reprova o projeto.

Otavio Leite, relator do texto substitutivo do Proforte, disse que se fosse possível explicar com maior clareza o que significa o projeto de refinanciamento, o apoio dado pela população seria maior.

- Teríamos um percentual mais favorável se tivéssemos uma explicação mais abrangente do que significa o projeto. Porém, o percentual já é muito positivo e, mais do que isso, acho que está na hora de fixarmos um marco zero na gestão dos esportes no Brasil - analisa o parlamentar do PSDB-RJ.

Na votação que aprovou a Lei de Responsabilidade Fiscal para tramitar na Câmara, no último dia 7, os presidentes de Vasco e Flamengo foram a Brasília e presentearam com camisas de seus clubes o presidente da casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB). Os clubes têm especial interesse na aprovação do projeto, devido ao tamanho das suas dívidas.

- Ninguém pede isenção de nada. Buscamos uma maneira de cumprir com as nossas obrigações. - disse Dinamite à época.