Seu browser não suporta JavaScript!

29/06/2018 | Ascom Dep. Otavio Leite

Potencial produtivo e comercial do artesanato em foco

A pedido de Otavio Leite, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara promoveu na sexta-feira (29/ 6), durante quatro horas, um seminário no  Bndes (Banco de Desenvolvimento Econômico e Social), Rio de Janeiro, para discutir o potencial produtivo e comercial do artesanato brasileiro.

Na abertura do evento, uma boa nova foi anunciada em primeira mão pelo secretário estadual da Secretaria de Turismo do Rio de Janeiro, Nilo Sérgio Félix: fruto de emenda parlamentar de Otavio Leite, nos próximos dias o Programa de Artesanato fluminense passará a contar com uma van para cadastramento e capacitação de artesãos.

O diretor do Bndes, Ricardo Luiz de Souza Ramos, afirmou a importância do tema em discussão e sua capacidade para gerar ideias que vão reverberar em outros estados no futuro.

Otimista, o diretor da Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), Fábio Santos Pereira Silva, anunciou que saltou de três para quinze mil o número de artesãos cadastrados e participantes de programas do Mdic.

A subsecretária estadual da Secretaria de Turismo do Rio de Janeiro, Néia, informou que 58 dos 92 municípios fluminenses estão cadastrados no Programa de Artesanato da pasta, e que dentro de um mês o estado passará a liderança no ranking  de profissionais registrados no país.

Também participaram do seminário:

- a coordenadora do Programa de Geração de Emprego e Renda, do Ministério do Trabalho e Emprego, Lucilene Estevam de Santana;

- a analista de Atendimento Setorial Comércio e Serviços do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Maíra Fontenele Santana; e

- a presidente da Federação dos Artesãos do Rio de Janeiro, Neuriseti da Silva.