Seu browser não suporta JavaScript!

18/10/2011 | Jornal Folha de São Paulo

Prefeitura de Campos faz protesto no Rio contra mudança de royalties

Uma manifestação reuniu cerca de 2.000 pessoas debaixo de chuva, ontem à tarde na Cinelândia, centro do Rio, para protestar contra projetos que tramitam no Congresso sobre a redistribuição de royalties do petróleo.

Os projetos preveem perda de arrecadação de Estados e municípios produtores.

O ato foi organizado pela Prefeitura de Campos dos Goytacazes (norte fluminense). A cidade é a maior produtora de petróleo do país e a que mais recebe royalties.

Em discurso, a prefeita de Campos, Rosinha Matheus (PR), cobrou a responsabilidade da presidente Dilma Rousseff. "É uma covardia. Se precisar, vamos acampar no Planalto para ver se a Dilma toma alguma atitude. Vamos acampar no Supremo."

Rosinha alega que a mudança na distribuição dos royalties é inconstitucional.

Estiveram presentes na manifestação os deputados Anthony Garotinho (PR), Otavio Leite (PSDB) e Rodrigo Maia (DEM), entre outros.