Seu browser não suporta JavaScript!

08/02/2005 | Jornal O Globo

Promessa afasta Cesar Maia da Marquês de Sapucaí

O Sambódromo ficou sem o gingado do prefeito Cesar Maia. Após reclamar de dores na coluna na semana passada, Cesar decidiu acompanhar o desfile na residência oficial da Gávea Pequena, ao lado do labrador Guggenheim. Oficialmente, o motivo para a ausência de Cesar era religioso.

— Ele fez uma promessa na Igreja de Nossa Senhora da Penha: se fosse reeleito, deixaria de fazer aquilo de que ele mais gosta, que é assistir ao carnaval. Espero que seja apenas este ano — justificou a primeira-dama, Mariangeles.

Há alguns dias, porém, o prefeito admitiu que seu ortopedista recomendara que não fosse ao Sambódromo. O deputado federal Rodrigo Maia (PFL), filho de Cesar, disse que o pai chegou a programar uma cirurgia para a colocação de uma prótese de titânio para a última quinta-feira. A intervenção, porém, foi adiada por pelo menos 30 dias. No período, fará sessões de fisioterapia para tentar evitar a cirurgia.

Mesmo com o prefeito ausente, o vice-prefeito Otavio Leite teve uma passagem discreta pela avenida, longe dos holofotes. Desceu à pista uma única vez, por insistência da presidente da Riotur, Ana Maria Maia.

— A prefeitura está sendo representada pela família. Eu estou em outra agenda. Conversei, por exemplo, com guias turísticos para estudar uma forma de aumentar o número de turistas no Rio para o carnaval de 2006 — disse Otávio, que ainda desfilou com o filho de 9 anos na Tradição.

A governadora Rosinha Garotinho e seu marido, o secretário de Governo Anthony Garotinho, também não apareceram no camarote do governo do estado. Secretários e diretores de empresas se revezaram no local destinado à governadora, que, segundo sua assessoria, estaria na avenida ontem à noite. É também quando se esperava a visita do candidato dissidente do PT à presidência da Câmara dos Deputados, Virgílio Guimarães.

No domingo, o camarote também serviu de palanque para alimentar a crise entre o PT e sua base aliada. O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, que defende com Garotinho e Rosinha a saída do PMDB da base do governo, visitou o camarote da governadora. Ele defendeu uma candidatura própria à Presidência, mas descartou a possibilidade levantada recentemente de que o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim, seja o candidato.