Seu browser não suporta JavaScript!

04/01/2010 | Jornal O Globo

PSDB admite não ter candidatos fortes que possam ajudar Serra no Rio

Por Carolina Benevides

RIO - Na falta de nomes como os de Fernando Gabeira (PV) e Cesar Maia (DEM), que devem disputar o Senado, o PSDB enfrenta dificuldades para escolher um candidato ao governo do estado que possa ajudar José Serra, candidato à presidência, a conquistar votos no Rio.

- Não conseguimos trabalhar para ter uma liderança forte no estado e não temos um nome que abra palanque para o Serra - disse a vereadora Andrea Gouvêa Vieira.

Mas, segundo o deputado federal Luiz Paulo Corrêa da Rocha, presidente do diretório regional do partido, o PSDB terá candidatura própria.

- Não há como não surgir uma liderança. Os deputados federais Otavio Leite e Marcelo Itagiba já estão cotados. Zito, prefeito de Caxias, era o nome mais forte, mas já decidiu que não vai deixar a prefeitura - disse ele, lembrando que as conversas com o DEM e o PPS vão continuar.

Para Andrea Gouvêa Vieira, os nomes não são os ideais.

- Não acredito que o Otavio Leite abra mão do seu mandato para fazer campanha sem chances de vencer - disse a vereadora, que não aprova o nome de Marcelo Itagiba. - É um nome prejudicial ao Serra. Itagiba foi secretário de Segurança Pública do governo Garotinho. Seria um prato feito para a oposição.

Otavio Leite diz que é "soldado do partido".

- As decisões vão ser tomadas de acordo com os interesses nacionais do PSDB e, por isso, estou disposto a qualquer sacrifício - disse ele, lembrando que talvez seja a hora de o DEM retribuir o que o PSDB tem feito nas últimas eleições. - Fui vice do Cesar Maia (ex-prefeito do Rio) e pode ser um bom momento para o DEM indicar o candidato e o PSDB, o vice. Sabemos que o nome do Cesar vai aparecer em primeiro nas pesquisas.

Por e-mail, Cesar confirmou que é candidato ao Senado e que o DEM vai apoiar o nome da coligação, seja ele quem for: "Há vários nomes no PSDB, DEM e PPS. E quem sabe no PV. Nós apoiaremos o que a aliança decidir. Mas o DEM tem dois candidatos disponíveis: Marcelo Garcia e Indio da Costa".

Nome que ainda não foi testado em pesquisas, Indio da Costa diz que aceitaria o desafio, por achar que o candidato da aliança PSDB/DEM/PPS tem chance de vencer a eleição.

- Não vamos servir só de palanque para o Serra. Ele também nos ajudará. Se chegarmos ao 2 turno, vamos vencer.

Vereador pelo PPS, Stepan Nercessian também está à disposição.

- Ainda não tenha o estofo necessário, mas podem contar comigo. O Serra deveria apontar o nome mais favorável.