Seu browser não suporta JavaScript!

10/06/2012 | Portal Terra

PSDB ainda tenta aliança com PV no Rio para competir com Paes

Por Giuliander Carpes

Após confirmar o deputado federal Otavio Leite como candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, o PSDB ainda busca um aliado para compor uma coligação e indicar um candidato a vice. O partido corre contra o tempo para tentar convencer o PV. O problema é que a deputada estadual Aspásia Camargo não abre mão de concorrer pelos verdes. Os partidos têm até o dia 30 de junho para indicar seus candidatos.

Mesmo que não confirme coligação alguma, o PSDB já desenha estratégias para tentar levar Otavio Leite ao segundo turno contra o atual prefeito Eduardo Paes (PMDB). A intenção inicial do candidato é não gastar tempo do seu programa eleitoral na televisão e no rádio - que será de 3 minutos - batendo nos problemas de corrupção que cercam a aliança de Paes com o governador Sérgio Cabral, amigo pessoal de Fernando Cavendish, ex-presidente da construtora Delta, envolvida no esquema do contraventor Carlinhos Cachoeira.

"Naturalmente, o Rodrigo Maia e a Clarissa Garotinho vão tentar atingir o Paes durante a campanha, já que seus pais César Maia e Anthony Garotinho têm feito ataques contundentes por seus blogs pessoais. Vamos deixar eles brigarem e disputar a eleição no campo das propostas. Acho que podemos sair ganhando fazendo isso", disse um assessor de Otavio Leite.

As críticas do PSDB a Eduardo Paes serão direcionadas a falhas na gestão. Inicialmente, o candidato Otavio Leite vai focar suas propostas na saúde, uma das pastas da prefeitura mais criticadas ¿ ficou em último lugar entre as capitais do país numa avaliação do Ministério da Saúde divulgada no início do ano. Mas também serão questionadas as estratégias do atual prefeito para lidar com o transporte. Uma das promessas de campanha de Leite é manter o polêmico viaduto da perimetral no centro da cidade. Paes pretende demoli-lo no projeto de revitalização da zona portuária.

Leite também vai tentar ter boa penetração entre os deficientes. Por números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), eles compõem 24,5% da população brasileira. Anunciando projetos de acessibilidade e políticas públicas voltadas para eles, o candidato pretende convencê-los.

Legenda da foto: Otavio Leite criticou a gestão de Eduardo Paes (PMDB) na prefeitura do Rio

Foto: Mauro Pimentel/Terra