Seu browser não suporta JavaScript!

06/02/2009 | Blog da Bancada do PSDB

Reconhecimento aos clubes

Nas Olímpiadas de Pequim, no ano passado, 77% da delegação brasileira era integrada por atletas formados pelos clubes esportivos nacionais. Essas entidades não estão entre as beneficiadas pela Lei Agnelo Piva,de 2001, que repassa aos Comitês Olímpico Brasileiro (COB) e Paraolímpico Brasileiro (CPB) 2% da arrecadação bruta das loterias. Para incluir os clubes na divisão do montante, o deputado Otavio Leite (RJ) apresentou um projeto de lei na última quarta-feira (4).

Divisão

Segundo a proposta, 55% ficariam com o Comitê Olímpico Brasileiro, 15% para o Comitê Paraolímpico Brasileiro e 30% para clubes formadores de atletas olímpicos. "Nada mais justo do que democratizar a distribuição dos recursos públicos para que o investimento na formação dos atletas alcance a população brasileira", explicou o parlamentar no projeto. foto:Paula Sholl