Seu browser não suporta JavaScript!

21/10/2003 | Jornal O Globo

Reinício da obra do emissário é adiado para hoje

Ainda não foi desta vez que as obras de construção do emissário submarino da Barra da Tijuca recomeçaram. A retomada dos trabalhos chegou a ser anunciada para ontem, mas acabou adiada para hoje. Por ser Dia da Construção Civil, o sindicato da categoria sugeriu o adiamento por um dia.

Para furar o bloco de arenito encontrado debaixo d’água (quatro vezes mais comprido e mais largo do que identificado inicialmente por estudo da Cedae), haverá explosões. O primeiro teste de explosão acontecerá no próximo dia 27. O serviço de remoção deve levar 40 dias. Em seguida, serão instalados tubulões, com cerca de dois metros de diâmetro.

O deputado estadual Otavio Leite, líder do PSDB e presidente da Comissão Pró-Emissário na Assembléia Legislativa, destacou que é preciso retomar a obra como um todo:

— Toda a rede de captação de esgotos de Jacarepaguá está paralisada desde abril. De nada adianta ter tubos submarinos implantados, mas vazios.

Segundo o secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Luiz Paulo Conde, falta concluir 20% da parte terrestre do emissário. Nas obras realizadas até o momento na Barra foram investidos R$ 30 milhões de um total de R$ 42 milhões.