Seu browser não suporta JavaScript!

28/05/2004 | Jornal O Fluminense

Reserva para os deficientes físicos

Dez por cento dos recursos recebidos pelo estado para a capacitação dos trabalhadores deverá ser reservado aos deficientes físicos.

É o que determina o projeto de lei do deputado Otavio Leite (PSDB), em tramitação na Alerj. Segundo o texto, o Conselho Estadual para a Política de Integração da Pessoa Portadora de Deficiência (CEPDE) acompanhará as políticas públicas implementadas com os recursos.