Seu browser não suporta JavaScript!

17/07/2012 | Portal R7

Samba-rock dá o tom ao jingle de campanha

Por Evelyn Moraes, do R7, no Rio

Os candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro apostam em cantores consagrados para defender seus jingles de campanha. As propostas dos candidatos foram musicadas em samba, rap e funk.

Marcelo Freixo, do PSOL, escolheu Caetano Veloso. O ritmo eleito é um “rap suingado” em que Caetano surge nos refrões entre uma rima e outra, entoadas pelos intérpretes oficiais Breno Góes e Gustavo Levy.

Eduardo Paes, do PMDB, conta com grandes nomes do samba: Diogo Nogueira, Dudu Nobre, Sorriso Maroto, Preto Joia e Velha Guarda da Portela. O funkeiro Buchecha também foi convidado. O jingle é uma mistura de funk com samba.

O samba foi o estilo musical escolhido pela maioria dos candidatos. Rodrigo Maia, do DEM, apostou no ritmo característico da capital fluminense com o cantor Marquinhos Sócio e os compositores Fabiano Ribeiro e João Andrade.

Já o jingle de Otavio Leite, do PSDB, também é uma mistura de samba com rap. Carlos de Andrade é o autor da letra da música, interpretada por Leo Vox e Mano Ra.

O jingle de Aspásia Camargo, do PV, ainda não está pronto. O autor da música é o compositor e produtor musical Ary Sperling. Segundo ele, será em ritmo de hip hop com uma batida forte de bossa nova e samba, na mesma linha da música que marcou a campanha de Fernando Gabeira em 2008. O cantor ainda não foi definido, mas a assessoria da candidata diz que será uma mulher.

Os candidatos Cyro Garcia, do PSTU, Fernando Siqueira, do PPL, e Antônio Carlos, do PCO, não tinham jingle de campanha até segunda-feira (16), quando a reportagem foi concluída