Seu browser não suporta JavaScript!

15/06/2004 | Jornal O Globo

Segurança será bandeira de campanha de Cesar

O prefeito Cesar Maia, candidato à reeleição, deu ontem o tom de sua campanha: num almoço com líderes do PFL, PSDB, PV e PTB disse que vencerá no primeiro turno e anunciou que a segurança pública será o tema central de suas propostas para um segundo mandato. O almoço marcou o anúncio oficial do deputado estadual Otavio Leite (PSDB) como companheiro de chapa de Cesar.

— Sempre torci por ele — disse o prefeito.

O almoço aconteceu no Palácio da Cidade e, entre outros, contou com a presença do presidente estadual do PSDB, o ex-governador Marcello Alencar.

Municipalização da segurança será tema

Cesar disse que sua campanha deverá custar em torno de R$ 5 milhões e que ainda não tem programa de governo. O prefeito também afirmou que só irá às ruas na segunda quinzena de agosto ou no início de setembro, já que, até lá, pretende priorizar a administração municipal. A coligação que o apóia será coordenada por Otavio Leite. A campanha terá ainda um conselho político. Mas a questão da segurança pública é desde já tema de campanha.

Segundo o prefeito, a coligação poderá propor aos candidatos a prefeito da cidade de São Paulo apoio ao projeto de emenda constitucional apresentado por seu filho, o deputado federal Rodrigo Maia, segundo a qual cidades com mais de dois milhões de habitantes podem ter a competência da segurança pública.

— É um caminho que me parece viável. Não se precisaria municipalizar a investigação, num primeiro momento.

O prefeito afirmou que a dívida da cidade, de R$ 6,7 bilhões, conforme publicado anteontem pelo GLOBO, é plenamente administrável. Ao tocar no assunto, aproveitou para atacar adversários, sem mencionar nomes:

— Se o próximo prefeito tiver feito regularmente o curso fundamental, conhecer regra de três, souber a tabuada de cabeça, não vai ter dificuldade. Agora, eu não vejo esses méritos em todos os candidatos. Temos uma relação dívida-receita de um (para um). Se algum estado ou município tiver uma relação de dívida-receita igual, quero que me apresente. Não há dificuldade.

Perguntado sobre que estilo adotará, no caso de a chapa ser eleita, Otavio Leite disse que ficará à disposição do prefeito. Possivelmente, em caso de vitória da dupla, ele assumirá uma secretaria para tratar de questões de portadores de deficiência.