Seu browser não suporta JavaScript!

01/10/2011 | Jornal O Dia

Semana decisiva para o futuro do Rio

Rio - A semana promete ser decisiva para Rio de Janeiro. É que na terça-feira pode ser votada no Senado uma proposta sobre as novas regras de distribuição dos royalties de petróleo entre estados produtores e não produtores. De autoria do senador Wellington Dias (PT-PI), a análise deve ocorrer um dia antes da apreciação do veto à chamada emenda Ibsen, que prevê a divisão igualitária dos royalties entre todos os entes federativos. Essa emenda retira recursos do Rio e do Espírito Santo, os principais produtores de petróleo do País.

OBSTRUÇÃO

Porém, o projeto do senador piauiense também altera a distribuição dos royalties dos poços do pós-sal e do pré-sal já licitados, contrariando interesses dos estados produtores. De acordo com o senador Francisco Dornelles (PP-RJ), a proposta é ruim e não será aceita pela bancada fluminense, que está de prontidão em defesa dos recursos.

Para Dornelles, o projeto de Dias não pode ser votado, pois há três medidas provisórias do governo obstruindo as votações em plenário. “Não creio haja votação, mas se ocorrer alguma tentativa vamos obstruir as votações”. afirma.

O deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) afirmou que a situação é preocupante devido à pressão dos estados não produtores em receber uma fatia maior de royalties a partir de 2012. Ele disse que irá propor que ex-presidente Lula seja interlocutor para se chegar a um acordo sobre o assunto.