Seu browser não suporta JavaScript!

26/10/2010 | Jornall Folha de São Paulo

Serra critica governo Lula por inflação alta

Por Manoel Guimarães

Durante visita às obras de reforma do estádio Maracanã, na tarde desta terça-feira no Rio, o presidenciável José Serra (PSDB) afirmou que o governo Lula está inerte diante da alta na inflação dos preços de alimentos. "Nós estamos tendo uma inflação de alimentos, como há muito tempo não se via, de alimento básico", afirmou Serra, que deu entrevista à imprensa no gramado do estádio.

Antes disso, ele bateu dois pênaltis com o deputado federal Otavio Leite (PSDB) no gol. Um o deputado defendeu. Noutro, Serra marcou. "Basta olhar o que aconteceu nos últimos três meses. A carne está virando um produto de luxo. Aumentou [o preço do] frango, da carne de porco, arroz, feijão, açúcar. Nós estamos tento uma inflação precisamente nos alimentos", afirmou o presidenciável. "E o governo tem estado inerte diante disso. Uma política de estoque e de infra-estrutura mais adequada teria permitido evitar essa situação", disse.

Serra deveria ter visitado o estádio na tarde do dia 20 passado, mas na manhã daquele dia foi atingido na cabeça durante confronto entre militantes do PT e PSDB no bairro Campo Grande, zona oeste do Rio. Após a agressão, cancelou sua agenda. "Eu sofri muito nesta campanha com as truculências da rua, bloqueios de batalhões de choque do PT, como aconteceu outro dia aqui no Campo Grande", afirmou. Antes de entrar no campo do estádio, Serra visitou a calçada da fama no Maracanã. Tirou os sapatos e ficou em cima das gravuras dos pés do Pelé. "É o [local] que mais encaixo", disse, fazendo com as mãos o V de vitória. Com informações da Folha.com.