Seu browser não suporta JavaScript!

24/03/2003 | Jornal do Commercio

Sintonia tucana

Na linha tucana segundo a qual quem olha para trás é espelho retrovisor, nada menos de 134 deputados estaduais do PSDB, de todo o País, desembarcam nesta segunda-feira em Brasília para um encontro nacional. A portas fechadas com o presidente do partido, José Aníbal, e os líderes na Câmara e no Senado, Jutahy Magalhães e Arthur Virgílio Neto, vão entrar em sintonia para exercer oposição consistente ao PT, partido que identificam na prática como muito distante do discurso de campanha.

A iniciativa do encontro, que encontrou a imediata receptividade no Diretório Nacional e em todas as lideranças tucanas, do Oiapoque ao Chuí, partiu, entre outros, do deputado Otavio Leite, 41 anos, líder do PSDB na Assembléia Legislativa do Estado do Rio, para quem o sentido pragmático do partido deve ser olhar sempre para frente e para o alto.

Falando a esta coluna, Leite observou que o momento é bastante favorável ao alinhamento do PSDB, que nos últimos anos havia sofrido um inchaço, o que é bem diferente de crescimento real. Segundo ele, o partido volta agora ao leito normal, em condições de desaguar com força total nas eleições do ano que vem.