Seu browser não suporta JavaScript!

28/07/2011 | Rádio Câmara

Subcomissão vai debater o financiamento das mídias alternativas

Subcomissão da Câmara vai debater o financiamento das chamadas mídias alternativas

LOC- Subcomissão da Câmara vai debater o financiamento das chamadas mídias alternativas.

LOC- Saiba mais na reportagem de Vania Alves, jornalista da Rádio Câmara.

Vania Alves: A Comissão de Ciência e Tecnologia vai instalar uma subcomissão para discutir formas de financiamento da mídia alternativa. A deputada Luciana Santos, do PCdoB de Pernambuco, autora do requerimento, explica que a idéia é possibilitar o financiamento de diversas formas de comunicação, desde blogs até rádios comunitárias. Ela afirma que eles são um poderoso instrumentos de comunicação da sociedade organizada.

Luciana Santos: Garantir o financiamento dessas mídias, chamadas de mídias alternativas e estimular a sociedade civil organizada a informar é uma grande vitória se a gente conseguir viabilizar o financiamento da existência desses instrumentos.

Vania Alves: Também será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça a proposta (PL. 4961/09) que determina que dez por cento da verba de publicidade oficial da União, de estados e municípios seja destinada a jornais alternativos, de bairros ou regionais. O projeto do deputado Otavio Leite, do PSDB do Rio de Janeiro define como alternativo o jornal preponderantemente dirigido a regiões, bairros ou segmentos específicos da sociedade, exigindo tiragem mínima de cinco mil exemplares ou notório reconhecimento local. O texto já foi aprovado pelas comissões de Ciência e Tecnologia e de Trabalho. De acordo com Otavio Leite, muitas cidades têm pouco acesso à grande imprensa, onde normalmente são publicadas os anúncios das campanhas oficiais.

Otavio Leite: Os jornais de bairro, os jornais de região são, em geral, veículos pequenos e médios, mas qua alcançam sociedade e que não recebem recursos da publicidade pública. em geral são recursos destinados aos grandes veículos. Então é preciso democratizar também essa forma de gasto público.

Vania Alves: se aprovada na Comissão de Constituição e Justiça, a proposta que destina parte da verba publicitária do governo para os jormais alternativos poderá seguir direto para o Senado.