Seu browser não suporta JavaScript!

07/10/2004 | Jornal O Fluminense

Suplentes assumem a Alerj

Niterói terá a partir do dia 1º de janeiro um novo representante na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Com a eleição do deputado Nelson do Posto (PMDB) a prefeito de Guapimirim no último domingo, Adroaldo Peixoto (PSC) ocupará a vaga deixada por ele na Casa.

Além de Adroaldo, outros quatro suplentes assumem assentos na Alerj em janeiro: Renato de Jesus (PMDB), Sivuca (PP) e Cornélio Ribeiro (PL).

A cadeira ocupada pela prefeita eleita de São Gonçalo, Aparecida Panisset (PFL), ficará com Cornélio Procópio, primeiro suplente do partido.

Na vaga do vice-prefeito eleito do Rio de Janeiro, Otavio Leite (PSDB), assumirá o ex-deputado Renato de Jesus (PMDB).

Os dois concorreram na eleição de 2000 pela coligação ´Todos pelo Rio´, formada por PSDB-PMDB-PFL.

No PP, dois deputados elegeram prefeitos no último domindo: Núbia Cozzolino (Magé) e Rogério do Salão (Queimados).

As vagas deles serão ocupadas, respectivamente, por Sivuca e Iranildo Campos.

Dependendo dos resultados do segundo turno das eleições municipais, a renovação na Alerj poderá ser ainda maior.

Comte Bittencourt (PPS) é candidato a vice-prefeito na chapa de Godofredo Pinto, em Niterói. Se a dupla for eleita, a vaga de Comte ficaria com Beta da Reta (PPS), primeiro suplente do partido.

Especula-se, no entanto, que Comte poderia optar por permanecer na Alerj não assumindo o cargo de vice.

Outras duas vgas poden ser ocupadas na Alerj pelo ex-deputado Átila Nunes (PMDB) e José Bonifácio (PDT).

O primeiro, que não conseguiu se eleger vereador no Rio, é suplente do deputado Washington Reis (PMDB), que disputa o segundo turno em Duque de Caxias.

Bonifácio é suplente de Uzias Mocotó (PMDB), que passou para o segundo turno das eleições em São João de Meriti.

Comenta-se na Alerj que o deputado Eider Dantas (PMDB) deva deixar a Casa nas próximas semanas para reassumir a Secretaria Municipal de Obras do Rio de Janeiro. Neste caso, Átlia Nunes assumiria ainda este ano uma cadeira no legislativo fluminense, no dia 1º de janeiro, quem assumiria a vaga de Washington Reis (se eleito for) será o ex-deputado Walney Rocha (PMDB).

A bancada federal do Rio também sofrerá mudanças por conta das eleições municipais.

O primeiro beneficido será Carlos Nader, filho do conselheiro do TCE, José Nader. Ele assumirá em janeiro a vaga da deputada Maria Lúcia (PMDB) eleita domingo prefeita de Belford Roxo.

Dependendo dos resultados do segundo turno, duas novas vagas podem se abrir na bancada federal do Estado do Rio.

André Costa (PT) assume o mandato em Brasília caso Lindeberg Faria, seu colega de partido, seja eleito prefeito de Nova Iguaçu.

A vaga do deputado federal Moreira Franco (PMDB), caso ele vença no segundo turno em Niterói, será do suplente Itamar Serpa (PMDB)