Seu browser não suporta JavaScript!

20/05/2009 | Congresso em Foco

Tucano assume liderança da minoria no Congresso

O novo líder da minoria no Congresso, deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), tomou posse hoje (quarta, 20), às 15h30, na presidência do Senado. A nomeação do tucano para o posto foi oficializada em reunião com o presidente do Senado (e do Congresso), José Sarney (PMDB-AP).

Um dos prováveis nomes indicados para ocupar o posto era o do senador Efraim Morais (DEM-PB) - que exerceu nos últimos quatro anos o cargo de primeiro-secretário do Senado. A reportagem apurou que a indicação foi desaconselhada dentro da própria oposição.

Otavio diz que sua prioridade será a apreciação dos vetos presidenciais. “É bom lembrar que o processo de elaboração das leis culmina com a apreciação dos vetos presidenciais pelos deputados e senadores”, diz o deputado.

O primeiro ato do parlamentar fluminense, informa sua assessoria de imprensa, é exatamente solicitar a Sarney um “cronograma racional” de apreciação dos vetos, de maneira que seja assegurada a discussão prévia das matérias e a celeridade dos trâmites em plenário.

Como o nome sugere, o líder da minoria no Congresso representa o posicionamento político dos partidos de oposição junto às deliberações legislativas no contexto do Congresso (Câmara e Senado).

O deputado informou ao Congresso em Foco que, como o cargo foi criado há um ano, ainda não há norma regulamentando a quantidade de cargos postos à disposição do líder.

O deputado esclarece que não reivindicou cargo algum, e que apenas solicitará a Sarney um apoio para a estrutura administrativa na liderança - desde que isso não represente criação de cargos extras. "O Congresso não comporta criar cargo", arremata o deputado, destacando que a estrutura de apoio deveria ser designada pela presidência do Congresso entre servidores de carreira da Casa.