Seu browser não suporta JavaScript!

05/12/2011 | Portal do PSDB na Câmara

Tucanos estão entre os parlamentares mais influentes do Congresso

Lider tucano está entre os dez parlamentares mais influentes do Congresso

Por Letícia Bogéa

O líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), foi eleito um dos dez parlamentares mais influentes do Congresso em 2011. É o que mostra levantamento anual do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) entre os 100 Cabeças, que ouviu 43 deputados e 22 senadores. Nogueira recebeu 20 votos. A consulta se deu entre os dias 26 de outubro e 1º de dezembro.

O resultado, que indicou representantes das cinco regiões do país, foi equilibrado em termos de peso político entre situação e oposição. Ele valorizou ainda a posição institucional dos escolhidos, já que todos são líderes ou presidentes das Casas.

Lideram o ranking o Sudeste e o Nordeste, com três parlamentares cada, seguidos da região Norte, com dois parlamentares, e do Sul e Centro-Oeste, com um parlamentar cada.

No segundo grupo de políticos mais bem votados, que vai da 11ª à 22ª posição, três senadores tucanos aparecem. São eles: Aécio Neves (MG), Álvaro Dias (PR) e Aloysio Nunes Ferreira (SP). Segundo o Diap, o grau de influência dos eleitos depende, em primeiro lugar, do exercício de missão partidária na Mesa Diretora, nas lideranças, na presidência de comissão ou em relatorias de matérias relevantes.

Em setembro, o departamento divulgou uma lista dos 100 Cabeças do Congresso. A edição trouxe 13 integrantes do PSDB na lista dos mais influentes. Fazem parte da seleção o presidente do partido, deputado Sérgio Guerra (PE), os líderes do PSDB na Câmara e no Senado, Duarte Nogueira (SP) e Alvaro Dias (PR), respectivamente, assim como o 1º vice-líder da bancada, deputado Otavio Leite (RJ), e o líder da Minoria, Paulo Abi-Ackel (MG).

Também são destaques os deputados Antonio Carlos Mendes Thame (SP), Bruno Araújo (PE) e Jutahy Junior (BA), além do 1º secretário da Mesa da Câmara, Eduardo Gomes (TO). No Senado, aparecem Aécio Neves (MG), Aloysio Nunes Ferreira (SP), Flexa Ribeiro (PA) e Lúcia Vânia (GO).