Seu browser não suporta JavaScript!

09/06/2011 | Jornal Mercado e Eventos online

Turismo receptivo pode ter benefícios do setor exportador

Por Jussara Santos

Com o objetivo de incentivar o setor de turismo receptivo, a Câmara dos Deputados, em Brasília, realiza neste momento Audiência Pública para discutir o Projeto de Lei 1375/07, de iniciativa dos deputados Otavio Leite e Rui Barbosa. O PL classifica como atividade econômica exportadora o setor de turismo receptivo e já está em fase conclusiva. Mário Moysés, presidente da Embratur, representa o Ministro do Turismo, Pedro Novais.

Salvador Saladino, da Bito, fez uma breve exposição e destacou as dificuldades enfrentadas no setor do turismo receptivo internacional desde 2008 até o ano atual.

Já Enrico Torquato, da ABIH, lembrou da taxa tributária excessiva no país. "Temos bons projetos para captação econômica, mas com o quadro atual estamos perdendo estes clientes e com isto hotelaria esta sendo prejudicada".

A Audiência conta ainda com a presença de Alexandre Sampaio de Abreu, presidente da Federação Nacional de Hospedagem e Alimentação (FBHA); Enrico Torquato, da Associaão Brasileira das Indústricas de Hotéis (ABIH); Salvador Saladino, presidente da Brazilian Incoming Travel Organization (BITO), Jonas Donizetti, Presidente Comissão de Turismo e Desporto, dentre outros.