Seu browser não suporta JavaScript!

05/10/2012 | Ascom Otavio Leite

Veja as principais posições de Otavio Leite no debate da TV

O candidato do PSDB procurou a educação para debater com os candidatos à prefeitura do Rio de Janeiro. Confira os principais momentos de Otavio Leite no debate promovido pela "TV Globo" na noite desta quinta-feira.

Educação

Na educação de base é que se consolida aos jovens ter um futuro. É indispensável que se tenha qualidade. Na creche, universalização, na pré-escola, vamos ampliar as vagas porque o conteúdo é muito importante. Na alfabetização, tem que funcionar e hoje não está funcionando. Hoje as crianças não têm o conteúdo e o domínio sobre todas as matérias pertinentes a que ela serve. Vamos colocar dois professores na sala de alfabetização. Uma professora para 40 alunos não funciona. Vou retornar para a educação R$ 500 milhões que o Eduardo Paes não coloca em educação.

Creche

Creche tem que ser algo que tenha um conteúdo pedagógico importante. Quanto mais cedo, a criança entra na sua fase escolar, melhor o seu estudo no futuro. A prefeitura tem que universalizar a creche. As mães sempre reclamam que não conseguem colocar seus filhos nas creches. Elas não podem ser depósitos de criança, mas um projeto pedagógico. Vamos ampliar o número de creches.

Saúde

O sexo frágil são os homens. Na dificuldade quem dá no pé é o homem. Quando se vai nas classes C, D e E, você encontra mulheres cuidando dos seus filhos e procurando emprego ao mesmo tempo. A ideia é que as mulheres tenham oportunidades. As grávidas não podem esperar o tempo que esperam para fazerem os exames. Está muito falha a saúde e na prevenção também. Na cidade, a saúde aparece como principal problema e dentro dela aparecem a falta de médicos. Vamos colocar tudo que já existe para funcionar, não adianta fazer muitos hospitais se não se têm médicos.

Ordem urbana

A atividade de comércio ambulante se confunde com a história do Rio de Janeiro. É preciso definir o caminho que defenda o direito do comércio de sobreviver e ter uma renda para sua família. Teremos um diálogo sincero. Não aceitaremos produtos importados chineses. Temos que estimular a parte de artesanatos. Isso é cultural. A Guarda Municipal será melhor preparada e bem remunerada para ter outro tratamento com os ambulantes.

Considerações finais

Quero que todos que sujaram o nome da política nacional sejam presos. Nossa juventude precisa ver que quem erra paga. Eu não acho que o asfalto, tijolo e cimento são tudo. As pessoas têm que vir em primeiro lugar. Precisamos incluir as pessoas com deficiência.

Crédito da foto: Cláudio de Carvalho