Seu browser não suporta JavaScript!

02/12/2010 | Rádio Câmara

Viação e Transportes vai discutir problemas enfrentados pelos aeroportos brasileiros

Os problemas de atrasos e cancelamentos de voos nos aeroportos brasileiros motivaram a Comissão de Viação e Transportes da Câmara a marcar uma audiência pública para o próximo dia 15.

A infraestrutura aeroportuária tem sido tema de debates recorrentes na Câmara por causa do crescimento da demanda pelo lado dos passageiros e pela proximidade da Copa do Mundo de 2014.

Reportagem do site Contas Abertas mostrou que a execução das obras nas 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014 era de menos de 1% dos valores disponíveis até setembro deste ano. A reportagem se baseou em dados do Portal da Transparência da Controladoria-Geral da União. Dos quase R$ 5,6 bilhões que o governo federal colocou à disposição da Infraero para a melhoria ou ampliação dos aeroportos, apenas R$ 49,3 milhões teriam sido gastos efetivamente.

Para o deputado Carlos Zarattini, do PT de São Paulo, a maior parte do atraso está ligada à suspensão de obras com indícios de irregularidades apontados pelo Tribunal de Contas da União:

"O Tribunal se utiliza de valores que não têm nada a ver, por exemplo: compara pista de aeroporto, que é uma pista muito mais sofisticada, com pista de estrada de rodagem; compara custo de terminal de aeroporto com custo de construção de casa popular. Então, evidentemente, que não se consegue chegar num acordo sobre preços e o Tribunal sempre acusa o chamado sobrepreço".

A Agência Nacional de Aviação Civil também suspendeu as vendas de passagens da TAM por dois dias em função dos atrasos frequentes.

Em agosto, a Gol já havia tido problemas por causa da escala de trabalho dos tripulantes.

Para o deputado Guiherme Campos, do DEM de São Paulo, esses problemas mostram que a preocupação não é só com a Copa:

"A Copa do Mundo neste contexto todo é um suspiro que nós vamos ter lá na frente. A preocupação é com a data de hoje, no momento de agora, com a proximidade do final do ano. A instalação física e a operação que nós já temos hoje não funcionando, à epoca da Copa será agravada. Nós já temos hoje a situação extremamente complicada".

O deputado Otavio Leite, do PSDB do Rio de Janeiro, da Comissão de Turismo e Desporto, lembra que antes da Copa do Mundo, o Brasil vai realizar a Copa das Confederações em 2013.

Para ele, os preparativos para os mundiais deveriam usar mais a iniciativa privada.

De Brasília, Sílvia Mugnatto.